A consulta ginecológica anula é recomendada a toda mulher, desde a puberdade. Assim, algumas recomendações são importantes para a preparação antes da consulta.

Segundo o ginecologista de São Paulo, Dr. Gustavo de Paula Pereira, é normal que as mulheres tenham dúvidas e inseguranças no momento prévio a consulta. Por isso, ele listou algumas dicas que podem facilitar a sua visita ao médico. Confira!

Agende a consulta fora do período menstrual – A presença do sangramento menstrual pode impossibilitar a coleta de alguns exames, além o exame físico pode ser mais desconfortável, pois os órgãos genitais e as mamas estão mais sensíveis neste período

Não é necessário se depilar – Os pelos ajudam na manutenção do ambiente vaginal normal, além disso, sua presença não atrapalha em nada o exame ginecológico. Por isso, não há necessidade de estar depilada para consulta.

Não use cremes ou lubrificantes vaginais nos três dias que antecedem a consulta – Os cremes causam alteração nos exames, por isso, se estiver fazendo algum tratamento, espere até três dias para comparecer a consulta.

Evite relações sexuais dois dias antes da consulta – De acordo com o especialista, o esperma e o lubrificante do preservativo alteram o ambiente vaginal, impossibilitando a correta análise de alguns exames que necessitam de coleta de material vaginal.

Não faça ducha vaginal – Este procedimento não é recomendado como rotina em nenhum momento. Além disso, se isso for feito antes da consulta ao ginecologista pode também prejudicar o exame de Papanicolau e outros exames do conteúdo vaginal.

Esvazie a bexiga antes do exame ginecológico e tente ficar relaxada – Estar com a bexiga vazia e tentar descontrair o quadril ajuda muito durante o exame, isso porque o espéculo que é utilizado para examinar a mulher se torna muito mais desconfortável se a musculatura pélvica estiver contraída e a bexiga cheia.

Confie em seu médico e não tenha vergonha de falar tudo que estiver sentindo – A relação médico-paciente deve, acima de tudo, ser baseada em confiança. Se preferir, reflita antes da consulta e anote todas as suas dúvidas, questionamentos e leve para que seu médico responda; ele é a fonte mais segura e confiável para que todas as suas dúvidas sejam esclarecidas e te ajude a resolver seus problemas de saúde íntima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *